domingo, 14 de junho de 2009

Essa é pra tocar no rádio!

A má qualidade da programação das rádios FM vem sendo amplamente reconhecida nos últimos tempos. Confirme-o por si mesmo falando sobre o assunto com as pessoas que lhe são próximas. A internet vem contribuindo para expor essa ferida. Qualquer um pode criar sua própria rádio na rede. Até mesmo o autor destas maldigitadas conta com uma no LastFM (Se algum masoquista quiser conferir, favor clicar aqui).

Mas as rádios convencionais às vezes surpreendem – e positivamente! Estava eu preparando-me para um sono recompensador num domingo à noite, quando liguei o rádio, meio que de bobeira. Na Eldorado FM estava rolando um programa na linha de flashback (Reserva Eldorado, se não me engano). Tal qual não foi minha surpresa, começo a ouvir os primeiros acordes de "Brother Louie", do semiobscuro Stories, do ano de 1973.

O grupo contava em sua formação com o já experiente Michael Brown, que passara pelo Left Banke e pelo Montage, na segunda metade dos anos 1960. As duas bandas foram expoentes do chamado baroque pop, tendo se notabilizado com canções leves e metidas a artísticas em trabalhos altamente recomendáveis, coisa de uns três ou quatro LPs e um belo punhado de singles. Já o Stories, por seu turno, "setentista" que era, bebia na fonte do que se convencionou chamar de power-pop: pop sim, mas com uma batida mais rock, de pegada forte.

A canção que vamos ouvir também foi lançada em compacto, no mesmo ano de 1973, pelo grupo inglês de funk e soul Hot Chocolate. Aqui, na versão dos Stories, temos um clássico do gênero que se convencionou chamar de blue-eyed soul, que é a soul music ou o funk negro interpretado por garotos brancos, constituindo um paradoxal misto de canastrice e paixão (se bem que talvez não tão paradoxal assim, pois canastrice e paixão tem tudo para andar juntas!).

Ouça agora, de 1973, Stories com "Brother Louie"

video

Nenhum comentário: